Sintomas da diabetes: tipo 1, tipo 2 e pré-diabetes

Diferentemente de outras doenças, ela é silenciosa, o que torna a identificação de um problema algo complicado. Isso faz com que ela seja considerada uma doença silenciosa, uma vez que ela não apresenta sintomas evidentes, ele são muito discretos. Esse tipo de doença pode ser hereditária – onde os pais passam para os filhos – ou adquirida – depende da quantidade do consumo diária de glicose.

Atualmente a Organização Mundial da Saúde (OMS), a considera como sendo a mais nova epidemia mundial, onde não há distinção de sexo ou mesmo de idade. A seguir você irá conferir um pouco mais sobre os sintomas e os quais os tipos existentes dela.

Sintomas

Sintomas da diabetes: tipo 1, tipo 2 e pré-diabetes

A maioria dos sintomas da diabetes acaba passando despercebido, pois não são tão relevantes quando analisados de forma separada, mas que quando vistos juntos acaba trazendo a preocupação de ter um problema sério. Os mais comuns são:

  • Aumento da sede: sua vontade de beber água é constante e você sempre tem a sensação de que sua boca está seca;
  • Vontade de urinar constantemente: a vontade de urinar é constante já que você consome muita água;
  • Cansaço anormal: se sentir fraco e desanimado constantemente pode ser um sinal de alerta;
  • Aumento do apetite: você tem o hábito de comer mesmo pouco tempo depois de ter feito uma boa refeição,;
  • Perda de peso: a perda de peso ocorre de forma repentina, a princípio pode até parecer algo bom, mas é longe disso;
  • Problemas de concentração: se a falta de concentração vir acompanhada de algum outro sintoma aqui listado, é bom ficar atento;
  • Cãibras: a desidratação ocasionada pelos elevados índices de glicose no sangue promove um aumento no número de cãibras;
  • Dores nas pernas;
  • Visão embaçada: um dos principais sintomas causa a visão embaçada e turva, consulte um médico, pois pode ocasionar consequências terríveis;
  • Perda da sensibilidade e formigamento: problemas relacionados a circulação sanguínea são um perigo;
  • Cicatrização mais lenta do que o normal: como tem muito açúcar no sangue, ele acaba retardando no processo de cicatrização;
  • Náuseas e vômitos: podem ocorrer repentinamente sem qualquer motivo aparente;
  • Infecções frequentes: é comum que pessoas diabéticas tenham uma queda na imunidade.

Tem diferença entre os sintomas de diabetes tipo 1, tipo 2 e pré-diabetes?

De forma geral os sintomas são todos os mesmos, a diferença é que durante a fase da pré os sintomas e sinais são bem mais sutis, isso porque você está entrando em um estágio mais avançado.

Já a tipo 1 acaba ocasionando muito mais sensação de náusea e vômitos do que a tipo 2. A seguir confira a diferença entre cada um deles:

  • Pré: é caracterizado quando a taxa de açúcar é de 100 – 125 gm/dL;
  • Diabetes: ocorre quando o valor é igual ou superior a 126 mg/dL;
  • Tipo 1: este é o tipo onde o pâncreas para de produzir a insulina, sendo necessário aplicações constantes. Além disso, pode haver o surgimento dos “corpos cetônicos”, são eles que promovem a náusea e em muitos casos os vômitos;
  • Tipo 2: neste caso pode haver a produção de insulina, porém ela não atua de forma satisfatória, pois não consegue converter o açúcar em energia.

Consequências

Sintomas da diabetes: tipo 1, tipo 2 e pré-diabetes

Assim como toda e qualquer doença, caso não seja tratada ela pode trazer consequências cruéis a seus portadores. Dentre todas as consequência, confira um pouco dos mais comuns:

Problemas no sistema circulatório

Não é incomum encontrar pessoas que sofram da doença e que tem problemas no sistema circulatório, seja ele pressão alta, derrame, aumento no número de infartos, acúmulo de gordura nas válvulas coronárias. Além disso, tem-se problemas de má circulação que pode levar a amputação de membros.

Problemas renais

Como há muito açúcar no sangue, acaba sobrecarregando os rins no processo de filtração do sangue, isso leva ao surgimento de sérios problemas renais.

Cegueira

A visão embaçada, caso não seja tratada, ela pode levar a uma cegueira definitiva, onde não há como reverter esse processo.

Problemas na gravidez

Durante a gravidez ela pode acabar influenciando na pressão arterial causando a hipertensão, também chamada durante o período gestacional de pré-eclampsia e eclampsia. Levar uma gestação sob tais condições fazem com que ela seja chamada de gestação de risco.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply